excelencia

 

Entre os valores estabelecidos pela Primeira Igreja está o da excelência. Por se tratar de valores de uma igreja cristã, eles precisam ser bíblicos. Quando olhamos para as Escrituras vemos que a excelência está do início ao fim da Bíblia. Outra observação que pode

ser feita é que a exigência da excelência não vai além da capacidade que se tem de trabalhar com ela.

 I – Deus faz tudo com excelência.

a) “E Deus viu tudo o que havia feito, e tudo havia ficado muito bom” (Gn 1.31).

b) Deus, o Criador de todas as coisas, fez um trabalho com muita excelência. Tudo o que Ele faz é o melhor, é muito bom. Gênesis 1, embora seja um  texto mais poético enomeado por alguns como poema da criação, mostra uma sequência; uma ordem bem estabelecida e lógica que produziu uma criação excelente.

c) Vemos que a excelência é um valor divino, bíblico, o qual devemos agregar à nossa vida. Tudo o que “criarmos” deve ser o melhor que possamos fazer.Seja referente às coisas mais relacionadas à vida pessoal,tanto como as que envolvem, diretamente, o Reino de Deus; pois o nosso Deus gosta das coisas bem feitas.

 

II – Deus deseja um culto com excelência.

a) Quando Deus instruiu Moisés a construir o tabernáculo no deserto, o material usado foi o melhor possível. Havia ouro em todos os lugares principais, além dotrabalho de artífices.  Deus queria ser honrado com o melhor. “Estas são as ofertas que deverá receber deles: ouro, prata e bronze, fios de tecidos azul, roxo e vermelho, linho fino, pelos de cabra, peles de carneiro tingidas de vermelho, couro, madeira de acácia, azeite para iluminação; especiarias para o óleo da unção e para o incenso aromático; pedras de ônix e outras pedras preciosas para serem encravadas no colete sacerdotal e no peitoral. E farão um santuário para mim, e eu habitarei no meio deles. Façam tudo como eu lhe mostrar, conforme o modelo do tabernáculo e de cada utensílio” (Ex 25.1-8).

b) Quando Salomão construiu o templo ele fez, simplesmente, o melhor que podia, e ele podia muito. “[…] o templo que será construído para o Senhor deve ser extraordinariamente magnífico, famoso e cheio de esplendor à vista de todas as nações”… “Você tem muitos trabalhadores: cortadores de pedras, pedreiros e carpinteiros, bem como especialistas em todo tipo de trabalho em ouro, prata, bronze e ferro. Agora comece o trabalho, e que o Senhor esteja com você” (1Cr 22. 5,15,16). Deus se agradou e visitou aquele templo. A nuvem de glória encheu o lugar de tal modo que os sacerdotes nem podiam desempenhar o seu serviço, pois a glória do Senhor preencheu todo o templo (1Rs 8.10,11).

c) A excelência aplicada, tanto na construção do tabernáculo do deserto como no templo de Salomão, é muito clara. Eles fizeram o melhor que podiam. Como sempre dizemos: “Para o Senhor, o melhor”.

 

III – Excelência dentro das possibilidades.

a) Quando o povo de Deus afastou-se dos princípios divinos, foi levado cativo para a Babilônia. Após anos de exílio eles voltaram a Jerusalém e a primeira coisa que fizeram foireconstruir o templo. Nolançamento dos alicerces, as pessoas que tinham conhecido o templo antigo choraram, pois este não teria a suntuosidade do anterior:“Mas muitos dos sacerdotes, dos levitas e dos chefes das famílias mais velhos, que tinham visto o antigo templo, choraram em alta voz quando viram o lançamento dos alicerces desse templo; muitos, porém, gritavam de alegria. Não era possível distinguir entre o som dos gritos de alegria e o som do choro, pois o povo fazia enorme barulho. E o som foi ouvido a grande distância” (Ed 3.12,13). No entanto, eles fizeram o melhor deles, fizeram com excelência. A profecia sobre aquele templo era de que a glória dele seria maior que a do primeiro (Ag 2.9). Essa glória efetivamente ocorreu, pois  a partir daquelaconstrução,  Herodes fez um templo mais suntuoso que o de Salomão e, ainda mais importante do que isso; Jesus entrou naquele templo, o qual Ele chamou de “a minha casa” (Mt 21.13).

b) A igreja primitiva começou usando o pátio do templo, porém após algum tempo eles não foram mais aceitos pelos judeus no templo e passaram a realizar as reuniões nas casas. E nas casas, eles faziam o melhor deles, ou seja, com excelência. Paulo chamou esses lugares de “casa de Deus” (1Tm 3.15). Seja na igreja ou nas casas, o culto que se presta para Deus deve ser com excelência. Paulo disse: “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus” (1Co 10.31). Se quando fazemos alguma coisa para alguém,que temos em alta consideração, buscamos fazê-la com excelência, também façamos tudo com excelência para o nosso Deus.

c) Que tudo o que fizermos seja feito com excelência, ainda mais quando isso envolver, de maneira direta, a casa de Deus, a obra dEle. Quem realiza a obra de https://www.acheterviagrafr24.com/viagra-feminin-achat-andorre/ Deus não pode fazê-la com relaxo ounegligência.

 

Concl. Deus é um Deus de excelência, que faz tudo com excelência; e deseja que nós, igualmente, também,façamos tudo com excelência.

Pastor Silas Zdrojewski