a-presenca-de-deus

Quando Deus criou o homem, Ele o fez para viver na Sua presença e dela desfrutar. Com a entrada do pecado no mundo, este separou o homem de Deus, retirando-o da presença divina. Deus por nos amar, enviou Jesus Cristo, para morrer pelos nossos pecados e, assim, viabilizar o caminho para se experimentar a presença de Deus.

Para entendermos melhor como experimentar a presença de Deus veremos três porções bíblicas. A primeiraem que refletiremos está dentro do contexto no qual Moisés tinha subido ao monte, recebido as tábuas da lei, e quando volta encontra o povo adorando um bezerro de ouro. Diante disso, Deus disse a Moisés que Ele mesmo não iria mais com eles, mas enviaria um anjo que expulsaria os inimigos e lhes daria a terra prometida. A segunda passagem bíblica nos mostra que o maligno, também, pode se fazer presente se esta permissão lhe for dada. E a terceira porção bíblica nos mostrará como termos da presença divina.

 I – A prioridade à presença divina.

a) “Mandarei à sua frente um anjo e expulsarei os cananeus, os amorreus, os hititas, os ferezeus, os heveus e os jebuseus. Vão para a terra onde manam leite e mel. Mas eu não irei com vocês, pois vocês são um povo obstinado, e eu poderia destruí-los no caminho” (Êx.33.2,3). “Respondeu o Senhor: ‘Eu mesmo o acompanharei, e lhe darei descanso’. Então Moisés lhe declarou: ‘Se não fores conosco, não nos envies. O Senhor disse a Moisés: ‘Farei o que me pede, porque tenho me agradado de você e o conheço pelo nome” (Êx 33.14,15,17).

b) Diante da idolatria dos israelitas, Deus diz a Moisés que, Ele mesmo, não iria com eles, porém enviaria um anjo e assim eles tomariam posse da terra prometida. Ou seja, eles teriam a bênção, mas não a presença divina. Moisés se recusa a ter a bênção sem a presença de Deus; e diz que ele não iria a lugar nenhum sem a viagra sans ordonnance presença de Deus. A prioridade de Moisés era a presença, não a bênção.

c) Qual é a nossa prioridade? Qual é a prioridade das pessoas? Aqueles que se afastam de Deus porque não receberam a bênção, não priorizam a presença. Se priorizamos a presença de Deus em nossa vida e em nossa casa, buscamos viver de tal maneira que essa presença se manifeste.

 

II –A presença indesejada.

a) “[…] e não deem lugar ao Diabo” (Ef 4.27).

b) De acordo com o texto Efésios, a manifestação da presença maligna se dá quando esta encontra uma atmosfera para atuar. O contexto destapassagem (Ef 4.25-31) fala de coisas que atraem, dão lugar, àquele que veio para matar, roubar e destruir (Jo 10.10). Paulo adverte seus leitores para abandonarem a mentira, serem vigilantes em relação à ira, não furtarem, não utilizarem linguajar torpe (podre, impróprio), não entristecerem o Espírito Santo, livrarem-se de toda amargura (falta de perdão), gritaria, calúnia e maldade, pois essas coisas atraem a presença maligna. Em Mateus 12.24 dá-se o nome de Belzebu para o príncipe dos demônios; esse é um nome de origem aramaica – Baal-Zebude-que que dizer: senhor do inseto ou das moscas. Assim como as moscas são atraídas pela sujeira, os demônios são atraídos por comportamentos pecaminosos.

c) Para que não tenhamos a indesejada presença maligna, não devemos dar lugar a ela, não atraí-la, com comportamentos pecaminosos.

 

III –A presença desejada.

a) “Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles” (Mt 18.20). “Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem- se encher pelo Espírito, falando entre si com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor, dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo” (Ef 5.18-20).

b) O homem foi criado para estar na presença de Deus. A Bíblia orienta de que maneira-se pode experimentar essa maravilhosa manifestação. Em primeiro lugar é preciso desejá-la e, intencionalmente,buscá-la. Vê-se, também,outras coisas objetivas que trazem a manifestação dessa presença. Entre elas estão o cantar louvores a Deus,com o coração, e dar graças.

c) Deus manifestará a presença dEle em nossa vida, se nós a desejarmos e a buscarmos. Clamemos por essa maravilhosa presença em nome de Jesus, louvemos o Seu nome e a Ele sejamos gratos.

 

Concl. Para desfrutarmos da presença de Deus, precisamos querê-la mais do que tudo, mais do que qualquer outra bênção. Que o louvor a Deus esteja sempre em nossos corações e lábios e a gratidão nunca nos falte. Evitemos os comportamentos que atraiam a presença maligna.

Pastor Silas Zdrojewski