suba-o-monte-e-desca-do-monte

 

Esse relato bíblico também está presente nos evangelhos de Marcos e Lucas, sendo que os três tem a mesma sequência. Ocorre a subida ao monte, a visão decoisas maravilhosas, uma declaração divina, a descida do monte e a libertação do menino endemoninhado. Em meio a todas essas coisas, ensinos extraordinários são ministrados. Diante disso, somos convidados a subir ao monte e, também, a descer dele. O que ocorre no monte? O que acontece abaixo do monte?

I –Monte, lugar de revelação.

a) “Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, irmão de Tiago, e os levou, em particular, a um alto monte. Ali,Ele foi transfigurado diante deles. Sua face brilhou como o sol, e suas roupas tornaram-se brancas como a luz”. (v.1,2).

b) É interessante o fato de que Jesus tinha doze discípulos, mas só convidou três para estar com Ele no monte. A pergunta que surge é: por que os três? A resposta encontrada não está em um versículo, mas na leitura geral dos Evangelhos, pois se observa que esses três discípulos eram os que mais buscavam estar com Jesus; aqueles que mais O desejavam e ansiavam estar com Ele. Foi diante desses que Jesus se transfigurou, ou seja, revelou-se de maneira mais profunda. O salmo 25.14 diz que os segredos ou a intimidade do Senhor são para aqueles que O temem.

c) Aqueles que buscam estar mais com Cristoo conhecerão mais, serão mais íntimos dEle e terão mais revelação de quem Jesus é. Isso vem em consequência da busca que é resultadoda fome que se tem dEle. Subamos ao monte e busquemos a Cristo.

 

II – Monte, lugar de contemplação.

a) “Naquele mesmo momento apareceram diante deles Moisés e Elias, conversando com Jesus. Então Pedro disse a Jesus: Senhor, é bom estarmos aqui. Se quiseres, farei três tendas: uma para ti, uma para Moisés e outra para Elias. Enquanto ele ainda estava falando, uma nuvem resplandecente os envolveu, e dela saiu uma voz, que dizia: Este é o meu Filho amado em quem me agrado. Ouçam-no!” (v.3-5).

b) Por estarem no monte, os três discípulos contemplaram um quadro maravilhoso. Ocorreu um inevitável êxtase diante do que viram; e a fala de Pedro revela a vontade de permanecer naquele estado. Pedro queria que aquele momento nunca terminasse, por isso sugere a construção de três tendas. Naquele tempo e lugar uma nuvem de glória aparece e a fala divina surge.

c) Os nossos olhos têm contemplado muitas coisas desagradáveis e desanimadoras. No entanto, se investirmos tempo em contemplação e adoração ao nosso Deus e Salvador, teremos experiências que nos fortalecerão e nos farão querer ficar cada vez mais com Ele. Uma vida que prioriza estar no monte, também, verá a glória de Deus e ouvirá a Sua voz. Subamos ao monte, contemplemos, adoremos a Cristo e ouçamos a Palavra divina.

 

III – Descer do monte.

a) “Enquanto desciam do monte […]” (v.9a). “[…] um homem aproximou- se de Jesus, ajoelhou- se diante dele e disse: “Senhor, tem misericórdia do meu filho. Ele tem ataques e está sofrendo muito. Muitas vezes cai no fogo ou na água. Eu o trouxe aos teus discípulos, mas eles não puderam curá-lo” (v14b-17).

b) A experiência do monte foi maravilhosa, mas era necessário descer de lá, pois embaixo havia gente que estava precisando muito da ajuda de quem estava no monte. Após a descida, um endemoninhado foi liberto e toda uma família abençoada. Outra verdade revelada é que quem não subiu o monte não teve capacidade de vencer o que ocorria abaixo do monte.

c) Precisamos subir o monte, mas também precisamos descer de lá para ajudar aqueles que estão abaixo dele. Subamos o monte e, ao descermos, não fiquemos inertes apenas relembrando os acontecimentos lá de cima; cumpramos a missão que Deus tem nos dado para o dia a dia. Jesus mandou ficar em Jerusalém (monte), mas também mandou ir, pregar, ensinar e curar (embaixo do monte).

 

Concl. Subamos o monte, recebamos revelação, contemplemos e adoremos a Cristo, mas saibamos que também é preciso descer do monte e compartilhar Jesus com aqueles que não O conhecem. Assim, eles também poderão subir o monte.

 

Perguntas para refletir em Grupos Pequenos.

Você já recebeu esse Jesus glorioso, em sua vida, como seu salvador e Senhor? Se ainda não o fez, gostaria de recebê-Lo agora em seu coração?

O seu relacionamento com Jesus é mais comparável aos dos 9 viagra naturel fruit discípulos que ficaram abaixo do monte ou com os três que subiram com Ele?

Você poderia compartilhar alguma experiência que vivenciou em momentos de “monte”?

Você tem investido tempo em contemplação e adoração a Deus? Compartilhe como você tem feito isso.

Pastor Silas Zdrojewski