O-PROPÓSITO-DE-DEUS

Por melhor que julguemos ser o nosso propósito, ele nunca será melhor do que o de Deus. O nosso Senhor é conhecedor de todas as coisas e em todos os detalhes, mas nós conhecemos pouco e muito pouco dos detalhes desse pouco. Deus é um Deus de amor e de um caráter absolutamente confiável. Os atributos do Criador de todas as coisas são perfeitos. Sendo assim, busquemos o propósito dEle para a nossa vida. Nos versículos que lemos,  Jesus se refere a João Batista, a Ele próprio e a, basicamente, dois grupos de pessoas que responderam às mensagens anunciadas tanto por João como por Jesus.

I – João Batista e o propósito de Deus.

 wheat flour mill manufacturers  |
 small scale flour mill  |
 flour mill business plan  |
 maize flour milling process  |
 Visio Professional 2016 Product Key  |
 Office Professional  |
 windows server 2012 keys  |
 OFFICE 2007 KEYS  |
 Visio Professional 2016 Product Key  |
 Outlook 2016 Product Key  |
 Windows 7 Professional SP1 Product Key  |
 Visio Professional 2016 Product Key  |
 Windows Server 2008 Standart R2 Product Key  |
 Visio Professional 2016 Product Key  |
 Office Professional Plus 2016 Product Key  |
 Office Professional 2016 Product Key  |
 Microsoft Windows Vista Home Premium With SP2 Product Key  |
 Windows 7 Home Basic To Professional Anytime  |
 Office Professional 2016 Product Key  |
 Adobe Acrobat XI Professional Product Key  |
 Windows 8.1 Professional Product Key  |
 Microsoft Dynamics CRM 2011 Product Key  |
 Microsoft Office Professional Plus 2013 Product Key  |
 Microsoft Office 2010 Activaiton Key generator  |
 Project Professional 2016 Product Key  |
 Microsoft Dynamics CRM 2011 Product Key  |
 Microsoft Office Publisher 2007 Product Key  |
 OFFICE PROJECT KEYS  |
 ADOBE SOFTWARE KEYS  |
 ADOBE SOFTWARE KEYS  |

Esta foi a fala de Jesus sobre João Batista:“Afinal, o que foram ver? Um profeta? Sim, eu lhes digo, e mais que profeta. Este é aquele a respeito de quem está escrito: ‘Enviarei o meu mensageiro à tua frente; ele preparará o teu caminho diante de ti’. Eu lhes digo que entre os que nasceram de mulher não há ninguém maior do que João […]” (v.26-28).

Esta foi a fala de João sobre Jesus: “[…] Mas virá alguém mais poderoso do que eu, tanto que não sou digno nem de desamarrar as correias das suas sandálias. Ele os batizará com o Espírito Santo e com fogo” (Lc 3.16b). “No dia seguinte João viu Jesus aproximando-se e disse: ‘Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! Este é aquele a quem eu me referi, quando disse: Vem depois de mim um homem que é superior a mim, porque já existia antes de mim’”(Jo1.29,30).

João obedeceu ao chamado divino e cumpriu o propósito de Deus em sua vida. Ele se submeteu ao Todo-Poderoso, preparando o caminho para a vinda de Jesus. A sua vida teve como objetivo a pessoa de Jesus e sempre apontou para Ele. Declarou que Jesus era Deus (já existia antes de mim) e que Jesus era o cordeiro de Deus. Quando se referiu a si mesmo, diante de Cristo, colocou-se como um escravo (não sou digno nem de desamarrar as correias das suas sandálias). Jesus declara que João era mais que profeta, ele era alguém que cumpriu o que estava escrito a seu respeito, portanto era o maior dentre os nascidos de mulher. Que nós, assim como João, cumpramos o que Deus escreveu para a nossa vida e assim o propósito dEle será realizado em nós.

 

II – Pessoas que cumpriram o propósito de Deus.

“Todo o povo, até os publicamos, ouvindo as palavras de Jesus, reconheceram que o caminho de Deus era justo, sendo batizados por João” (Lc 7.29).

Dentre o povo que vinha a João Batista para ser batizado, estavam os publicamos (cobradores de impostos), os soldados, outros que tinham consciência dos seus pecados e estavam arrependidos deles. Como sinal disso, dispunham-se a descer às águas do batismo. Essas pessoas cumpriram o propósito de Deus, portanto foram salvas. O propósito de Deus é que as pessoas se arrependam de seus pecados e sejam salvas.

O propósito de Deus só pode acontecer quando as palavras dEle são ouvidas, obedecidas e, assim, há o reconhecimento de que o Senhor é justo. Uma das maneiras mais evidentes de revelar essa convicção é quando se desce às águas do batismo, pois esse ato mostra que há um arrependimento e o desejo de viver uma nova vida. Assim é possível viver uma vida terrena em comunhão com Deus, experimentar as bênçãos temporais, mas, sobretudo, poder estar eternamente com Cristo no céu.

 

III – Pessoas que não cumpriram o propósito de Deus.

“Mas os fariseus e os peritos na lei rejeitaram o propósito de Deus para eles, não sendo batizados por João” (v.30).

Os fariseus e os peritos da lei, embora conhecessem as Escrituras melhor do que os outros, não demonstraram arrependimento de seus pecados e, por isso, não vieram ao batismo. Quem rejeita o batismo, rejeita o propósito de Deus.

Temos demonstrado arrependimento pelos nossos pecados? Se, sim, quais são os comportamentos que revelam esse arrependimento? Uma demonstração básica disso é a decisão de descer às águas do batismo. Uma vida que busca cumprir o propósito de Deus é uma vida que busca obedecer a Deus.

 

Concl. O propósito de Deus é o melhor que há para a nossa vida, portanto, assim como João Batista, busquemos cumpri-lo. Que Deus encontre em nós um coração que se arrependa dos pecados, atenda aos apelos divinos, inclusive o de descer às águas do batismo. A decisão do batismo implica não  um ato mecânico, ritualístico e religioso, mas uma aplicação do coração na consciência de que somos pecadores, nos arrependemos dos nossos pecados e demonstramos isso publicamente, também, viagra pas cher através do batismo.

 

Para refletir:

  1. Em sua opinião, o que envolve o propósito de Deus para vida de uma pessoa?
  2. O que chama mais a sua atenção na vida de João Batista?
  3. Assim como João, temos atendido o chamado de Deus e buscado cumprir o propósito dEle em nossa vida? Qual seria uma evidência disso?
  4. O propósito de Deus envolve o reconhecimento de que somos pecadores, de que precisamos de um salvador, que o único salvador é Jesus e, portanto, devemos recebê-Lo como nosso Salvador. Você já recebeu Jesus como seu único e suficiente Salvador? Se ainda não o recebeu, gostaria de recebê-lo?
  5. A nossa maneira de viver se aproxima mais do comportamento dos fariseus e peritos da lei, ou dos publicamos, soldados e outros que se arrependeram e foram batizados?
  6. Você já foi batizado por imersão, como a Bíblia indica: “Assim que Jesus foi batizado, saiu da água”(Mt. 3.16.) e em uma idade que tinha consciência de pecado? Se não, gostaria de passar por esse batismo?


Pastor Silas Zdrojewski