05-jaque--vivendo-com-ele

Vivendo com Ele – Jacqueline Veiga

Jacque – Eu cheguei na Igreja em 2015, através de um teatro que fui convidada, uma semana depois vim em um culto de domingo quando ouvi o apelo e aceitei Jesus. Lembro que muito emocionada vi o pastor sentado no banco com a família e disse a ele que meu sonho era ver minha família aqui comigo também, ele me disse: filha Deus já te ouviu!

Eu me batizei em 2016, foi maravilhoso, uma sensação única na minha vida, a qual eu não esqueço. Em seguida, comecei a fazer alguns cursos na igreja o que me fez conhecer pessoas, eu era muito introvertida, foi quando Deus abriu portas, colocou pessoas na minha vida e eu entrei em um grupo pequeno. A Primeira Igreja me abraçou de uma forma tremenda.

Em 2017 vi na campanha Lançando Sementes uma oportunidade de realizar meu sonho e desde então não parei mais de orar por minha família, um processo de oração constante, jejum, abdiquei de tudo, para que Deus desse estratégias para que eles viessem comigo. A primeira pessoa que eu pensei no lançando Sementes foi a minha mãe.

Mãe – Desde que ela começou a frequentar a Primeira Igreja ela permanecia orando nas madrugadas, as vezes eu acordava e lá estava a Jaqueline em suas orações, clamando pela família.

Jacque- Logo que entrei na igreja eu sempre convidei minha mãe, mas ela sempre relutava em aceitar o convite. Foi em meu batismo e isso foi muito especial, ela ia a igreja em ocasiões especiais. Eu dizia, Deus você vai preparar uma estratégia, nem que eu fique aqui orando por anos, mas o Senhor vai tocar no coração da minha mãe. Um dia cheguei da igreja e disse a ela que tinha sido abençoada para ir no encontro com Deus.

Mãe- Quando ia aos cultos me segurava no momento de aceitar Jesus, algo me dizia para aceitar, mas eu me segurava, não ia quase aos cultos porque gostava de tomar minha cervejinha, fumar meu cigarro e ficar em casa. Quanto ao Encontro com Deus eu não queria ir, eu pensava o que é que vou fazer? Quando ela me disse que tinha sido abençoada para ir, não tive como escapar. Foi o melhor final de semana de toda a minha vida, eu acreditava em Deus de minha forma mas da forma que me foi revelado, esse Jesus maravilhoso, eu não conhecia, então pensei, como não amar esse Jesus que transformou minha família?

Jacque- No Encontro com Deus ela foi batizada no Espírito Santo, logo depois desceu as águas, e eu vejo como Deus faz infinitamente mais do que imaginamos. A primeira pessoa que a Campanha Lançando Sementes alcançou foi minha irmã. Eu vinha orando por ela também e pedia a Deus uma estratégia para levar ela para igreja.

Irmã- Nunca alguém tinha orado por mim como eu vi ela orar, e eu ouvia ela falar meu nome nas orações. Hoje eu entendo que ela queria compartilhar comigo esse Deus maravilhoso. No início, eu queria ir para o “mundo”, era o que eu gostava, não ir para igreja. Quando Deus tocou em mim, pela vida dela, eu passei a ver como ela estava tão bem, e isso, eu queria para mim também, passei a acompanhá-la na igreja. Eu vi a Primeira Igreja e achei maravilhosa, não pela grandiosidade material, mas pelo carinho das pessoas umas pelas outras, assim como o Pr. Eduardo fala que é uma família para todos e eu senti isso, é maravilhoso!

Jacque- Ela dizia que só queria ir a igreja para cuidar das crianças, eu falei para ela que precisava de treinamento e conversei com a Pra. responsável, e ela me informou que logo haveria um treinamento. Minha irmã veio, e neste treinamento ela sentiu claramente o Espírito Santo falando com ela, me mandou uma mensagem, eu chorei um “monte”, eu só conseguia agradecer a Deus.

Irmã- Obrigado! Essa é a palavra para ela, por mais que eu tente agradecer não é nem a metade da gratidão que tenho pela vida dela.

Cunhada- O primeiro dia que fomos na Primeira Igreja, foi no batismo da Jacqueline, mais para homenageá-la, e presenciamos uma festa linda, via no rosto dela a felicidade de estar se batizando e de ver a família presente.

Irmão- A felicidade “transbordava” por ela, minha irmã se tornou uma nova pessoa depois do batismo, muito diferente, muito abençoada, uma bênção para nossa família.

Jacque- Primeiramente eu quero agradecer a Deus, porque ele me salvou, ele me tirou de um lugar horrível, da lama mesmo, porque ele sempre teve um propósito na minha vida, e eu não acreditava nisso. Quando eu cheguei na Primeira Igreja eu fui abraçada, cuidada, e vi o quanto Jesus se expressava através da vida das pessoas. Estar com minha família hoje lá é extremamente gratificante.

Share this post